Domingo, 11 de Fevereiro de 2007

Despenalizar...eis a questão!

 Nos últimos dias tem-se assistido à realização de inúmeros debates sobre a questão do aborto, que vai a referendo no próximo dia 11 de Fevereiro.
Não querendo expor a minha opinião, ela será evidente com o que irei dizer a seguir. Respeito a opinião, quer dos movimentos pelo “Não” quer dos movimentos pelo “Sim”, mas ouvi determinadas ideias que me deixaram boquiaberto.
Num dos debates a que assisti, houve uma professora que disse ser contra a despenalização do aborto, pois isso fará com que haja menos crianças, logo maior desemprego para os professores e maior número de maternidades a fechar.!!! Bem, por este andar temos os profissionais de saúde a reclamar com a falta de doentes, senão correm o risco de ficarem desempregados… A solução do desemprego dos professores não passa por se “fazer meninos” , mas sim numa reestruturação dos cursos actuais, devendo-se encerrar aqueles que se encontram lotados. E que dizer do número de adolescentes que abandonam a escola por engravidarem?
Outra ideia vinda a público, é que com o “Sim” os homens não terão voto na questão da mulher querer o filho ou não. Não deixa de ser verdade, eu próprio não gostaria que a minha mulher ou companheira abortasse sem o meu consentimento. A questão que coloco é a seguinte: quantos homens foram julgados pelo facto das suas companheiras abortarem? (muitas delas devido à alta de apoio do companheiro ou por obrigação deste) Nenhum, creio eu…
Outra questão que me parece pouco esclarecida é que o “Sim” não obriga ninguém a abortar! Nem eu acredito que alguém faça um aborto de ânimo leve.
Também não me venham com a história que nos países onde foi legalizado o aborto, este aumentou drasticamente. Ele não aumentou, apenas apareceu à “tona de água”! Caso não de saiba, há uma grande discriminação entre mulheres no que toca ao aborto clandestino. Quem tem posses vai ao estrangeiro ou a clínicas ilegais, mas com boas condições. Quem não tem essas posses recorre ao que pode, estando mais sujeitas a consequências e sequelas mais graves. E são apenas estes casos que entram para as estatísticas, pois são revelados à luz do dia. Há um grande número de abortos ilegais desconhecidos, sendo este número responsável pelo aumento do número de abortos, mas apenas estatisticamente, pois passarão a ser feitos às claras.
Que fique claro uma coisa…não sou a favor do aborto. Sou, isso sim, contra a penalização da mulher e contra o aborto clandestino e aqueles que ganham com isso…
Sinto-me: A Favor...
Roído por Queijo Jeitoso às 00:39

Ratoeira do post | Envenenar (comentar!) | favorito
1 comentário:
De Brisa Intermitente a 11 de Fevereiro de 2007 às 16:15
De tão controverso que é tal assunto nem me pronuncio sobre tal no meu cantinho.

É claro que ninguém é a favor de tal acto, é claro que ninguém o faz de ânimo leve…mas é facto assente sim, que, com a liberalização vai haver um aumento.
É evidente que a mulher não deve ser penalizada, pelo amor de Deus, já fazê-lo deve ser uma brutalidade quanto mais ainda ir parar á cadeia…mas…passará a solução por liberalizar e passar-se a fazer ás claras…não seria melhor investir o dinheiro que irá ser direccionado (caso o Sim ganhe, para o equipamento hospitalar) em instituições de acolhimento a crianças cujas mães e famílias não tenham possibilidades?

Por outro lado, o Sim, fará criminosas as mulheres que abortarem clandestinamente…sim porque pensavam que ia deixar de haver? Ao entrarem em hospitais para tal acto irá ser feito um registo, logo, quantas mulheres estarão dispostas a dar a cara, a enfrentar família e sociedade com medo da discriminação? (eu não acredito na confidencialidade quando se trata do aborto, portanto, a injustiça económica far-se-á sentir novamente, quem pode manda calar)...
Outra questão, ás 10 semanas e 1 dia, estaremos a lidar com uma criminosa fora da lei?...

O problema disto tudo é o raio da pergunta, que é redundante e polémica.
Quer os do Não quer os do Sim claro que são contra a penalização da mulher que aborte em vãos de escada (já lhes basta o trauma de evitar uma vida)… quem devia pagar por tal acto são os criminosos desprezíveis que o fazem e beneficiam com a dor e desespero alheio.

Envenenar post

>‘.’<)---Culpados!

>‘.’<)---Ninhos de papel

>‘.’<)--- Agosto 2015

>‘.’<)--- Março 2015

>‘.’<)--- Julho 2014

>‘.’<)--- Dezembro 2013

>‘.’<)--- Novembro 2013

>‘.’<)--- Julho 2013

>‘.’<)--- Junho 2013

>‘.’<)--- Fevereiro 2013

>‘.’<)--- Outubro 2012

>‘.’<)--- Setembro 2012

>‘.’<)--- Agosto 2012

>‘.’<)--- Julho 2012

>‘.’<)--- Abril 2012

>‘.’<)--- Novembro 2011

>‘.’<)--- Setembro 2011

>‘.’<)--- Julho 2011

>‘.’<)--- Abril 2011

>‘.’<)--- Março 2011

>‘.’<)--- Janeiro 2011

>‘.’<)--- Dezembro 2010

>‘.’<)--- Setembro 2010

>‘.’<)--- Agosto 2010

>‘.’<)--- Junho 2010

>‘.’<)--- Março 2010

>‘.’<)--- Janeiro 2010

>‘.’<)--- Dezembro 2009

>‘.’<)--- Outubro 2009

>‘.’<)--- Setembro 2009

>‘.’<)--- Agosto 2009

>‘.’<)--- Julho 2009

>‘.’<)--- Junho 2009

>‘.’<)--- Maio 2009

>‘.’<)--- Abril 2009

>‘.’<)--- Março 2009

>‘.’<)--- Fevereiro 2009

>‘.’<)--- Janeiro 2009

>‘.’<)--- Dezembro 2008

>‘.’<)--- Novembro 2008

>‘.’<)--- Setembro 2008

>‘.’<)--- Abril 2008

>‘.’<)--- Março 2008

>‘.’<)--- Janeiro 2008

>‘.’<)--- Setembro 2007

>‘.’<)--- Agosto 2007

>‘.’<)--- Junho 2007

>‘.’<)--- Maio 2007

>‘.’<)--- Abril 2007

>‘.’<)--- Fevereiro 2007

>‘.’<)--- Janeiro 2007

>‘.’<)--- Dezembro 2006

>‘.’<)--- Novembro 2006

>‘.’<)--- Outubro 2006

>‘.’<)--- Setembro 2006

>‘.’<)--- Julho 2006

>‘.’<)--- Junho 2006

>‘.’<)---"Tocas"

>‘.’<)---Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
25
26
27
28
29
30
31

>‘.’<)---Farejar nesta toca

 

>‘.’<)---Queijos recentes

>‘.’<)--- Composição “As minhas fér...

>‘.’<)--- Considerações do Show (da...

>‘.’<)--- Há Volta...em Fafe!

>‘.’<)--- Passear ou ser passeado.....

>‘.’<)--- O amor e o coração…o fim ...

>‘.’<)--- Marés Vivas…o engodo!

>‘.’<)--- Peculiaridades do dia Rih...

>‘.’<)--- Promoções da Ordem

>‘.’<)--- Prémio Nobel - Mais que j...

>‘.’<)--- O que aconteceu?!

blogs SAPO

>‘.’<)---subscrever feeds