Terça-feira, 28 de Abril de 2009

Dúvidas...

Será possível que a gripe suína atinja o nosso país?

Claro que não...os portugueses não têm dinheiro para ir passar férias ao méxico!

 

É a punição do Pepe justa?

Se é justa ou não, não sei. O que sei é que o gajo não tem jeito nenhum para a bola!Então com a cabeça do adversário mesmo ali à frente dele não lhe consegue acertar!!

 

Será que Portugal vai sair da crise?

O que eu acho é que os outros países vão sair da crise...Portugal vai manter-se na crise que dura há quase uma década!

 

 

Sinto-me: em dúvida!
Roído por Queijo Jeitoso às 21:56

Ratoeira do post | Envenenar (comentar!) | favorito
Segunda-feira, 20 de Abril de 2009

Defeitos ou qualidades…Homens incompreendidos!

 

Quem ouve as mulheres a falar pode ser levado a pensar que elas são todas um bando de lésbicas e que homens nem vê-los!
Reclamam por tudo e por nada, principalmente por nada. É a cama por fazer…é a roupa espalhada pelo quarto (quando não é pela casa)…é a barba por fazer…é não abrir a porta do carro quando saiem ou não receberem flores…é o tempo que ele passa com os amigos a jogar futebol ou no café…é esquecer-se das datas dos aniversários…é olhar para as outras miúdas quando passam por nós…é não lavar a loiça…é não serem sensíveis…é serem complicados…é não reparem no corte novo de cabelo delas…é dizerem que os homens são todos iguais…blablablabla etc. etc. Esta recolha de dados foi feita junto das muitas (resmas) mulheres que conheço. Apenas 0,001% não consideram correcto o que aqui atrás foi dito.
Bem, começando, passo a passo a analisar estas (injustíssimas) críticas…recomendo, antes demais, que as mulheres comecem a olhar mais vezes ao espelho (sem ser para se aprontarem, verem se têm rugas e coisas assim).
Começando por coisas simples, como cama por fazer ou roupa ou outras coisas espalhadas pela casa…a cama por fazer é um sinal de inteligência e não de desleixo. Numa era em que o tempo é cada vez mais escasso, para quê estar a fazer algo que à noite vai ser desfeito? A roupa e outras coisas espalhadas pela casa…Já ouviram falar de organização dentro da desorganização? Eu explico. Aos olhos de uma mulher as coisas podem parecer desarrumadas, mas aposto que os homens se orientam melhor assim (encontrando tudo que precisam) do que as mulheres a conduzir! Se não lavamos a loiça logo a seguir a comer é porque todos os homens sabem que fazer exercício logo a seguir às refeições é contra-indicado!
Reclamam não fazermos a barba todos os dias…como se elas fizessem a depilação todos os dias! Esquecem-se que não se não lhes abrimos a porta do carro é para o bem delas (para não perderem faculdades) e resultado da tão pretendida igualdade entre os sexos! (ou será só para algumas coisas?) Flores? Se damos flores arriscamo-nos a ouvir “ah, prefiro das outras” ou “As que o António deu à Maria eram mais bonitas”!
O passar ALGUM tempo com os amigos a jogar futebol ou no café serve para desanuviar um pouco, pois estar a ouvir sempre o que é aqui referido dá com um gajo em doido!
Olhar para as outras? É só para podermos contemplar o quanto afortunados (ou será azarados?) somos em termos a nossa mais que tudo…elas é que não percebem!
Se nos esquecemos de alguma data importante (aniversários principalmente), é porque temos que nos preocupar com outras menos importantes (pagamentos de prestações, da água, da luz, do carro etc. etc.)!
Agora um mea culpa…perdoem-nos não conseguirmos reparar nos cortes de um centímetro do vosso cabelo, na carteira nova (que pouco difere das dezenas que estão encostadas) …nos sapatos novos (às tantas é porque a 1ª coisa para onde olhamos não sejam os pés!) e mais um rol de coisas! Tamanha falta de sensibilidade não se admite…mas se somos sensíveis somos paneleiros! Em que ficamos?
Dizem que somos complicados…mas conseguimos entrar numa loja, escolher o que queremos e sair em 10 minutos! (menos quando estamos a comprar uma prenda para uma mulher)
Depois há ainda a famosa expressão “Os homens são todos iguais!”. Perdoem-me a minha ignorância, mas nunca consegui perceber bem o que querem dizer…bebemos, fumamos, jogamos e batemos todos nas mulheres?
 
Enfim…sinceramente, sabem qual é o nosso maior defeito? É gostar das mulheres…
Sinto-me: Incompreendido
Roído por Queijo Jeitoso às 21:46

Ratoeira do post | Envenenar (comentar!) | Ver venenos (2) | favorito
Quinta-feira, 16 de Abril de 2009

Incongruências

 

O que me levou a escrever este texto? Não sei…talvez saiba…afinal são tantas as incongruências presentes no nosso dia a dia! Mas vou falar duma em específico.
Há uns dias ouvi um amigo dizer “Pá, nunca vi uma equipa do Porto a jogar tão bem assim! Tivemos azar em não ganhar o jogo!” (nota: a referir-se ao jogo em Manchester). Sou sincero, não vi o jogo. Não sei quem jogou bem ou mal, não sei quem dominou ou foi dominado.  Podia aqui falar do desfalque defensivo da equipa do Manchester United, mas creio não ser necessário. O azar que este amigo referia, esconde um pormenor…o FCP empatou o jogo no final do jogo, ou seja, esteve a perder até ao fim. Ou seja, aos olhos de qualquer adepto de futebol, analisando meramente os factos, o FCP teve, isso sim, sorte em não perder o jogo.
Este FCP é uma boa equipa, mas não passa disso. Tem bons jogadores sim senhor, mas não se pode dizer “que comeram o Manchester” quando tiveram quase a perder. Um Manchester que está na pior forma dos últimos 2 anos. Ganhou a um Atlético de Madrid que só para os portistas é uma super equipa, pois o resto do mundo vê apenas uma equipa que luta pelo acesso à Liga dos Campeões…e quer-me parecer que se não ficar fora das provas europeias já é bom.
O FCP domina internamente com mérito sim senhor…mas também conta com o demérito dos 2 principais rivais. E aqui esquecem-se os portistas duma coisa. O FCP só seria uma super equipa europeia, se a rivalidade interna os elevasse a esse nível. O Manchester é uma grande equipa porque compete com outras super equipas internamente. Há uns tempos atrás, andavam os adeptos portistas preocupados com Benfica e Sporting. Vaiavam o treinador (que eu continuo a achar que não é grande treinador). Queriam mandar o Fernando embora. O Rodriguez não se esforçava. Agora já são os maiores do mundo por empatarem um jogo! É devido a esta arrogância insuportável que este ano perdi toda a vontade de ser português nas provas europeias (como o fui nas conquistas da Taça Uefa e da Champions da equipa do Mourinho, essa sim uma grande equipa, a léguas da actual equipa).
Qualquer adepto de futebol é cego em favor da sua equipa, é uma verdade inegável. Mas a cegueira dos azuis é demais.
Felizmente, o Cristiano Ronaldo fez o favor de colocar as coisas no seu devido lugar…passaram apenas à fase seguinte da competição grandes equipas!
Sinto-me: Adepto de futebol!
Roído por Queijo Jeitoso às 04:58

Ratoeira do post | Envenenar (comentar!) | Ver venenos (4) | favorito
Sexta-feira, 10 de Abril de 2009

O sentido da Vida

 

Dizem que escrever ajuda a aliviar o peso que sentimos em cima de nós, que ajuda a libertar os nossos pensamentos, ou seja, é uma maneira de desabafar. Concordo com qualquer uma destas ideias, pois quando escrevo sinto isso tudo.
Hoje pretendo dar-vos a conhecer qual a minha ideia sobre o sentido da vida…o qual, a meu ver, é regido pelas pessoas que conhecemos.
Na vida conhecemos um vasto leque de pessoas, de todos os feitios e personalidade e, como tal, que nos marcam de maneira diferente. Porém, da mesma maneira que conhecemos essas pessoas, muitas delas desaparecem da nossa vida…umas da mesma maneira que entraram, num ápice, outras, as que nos marcaram verdadeiramente, duma maneira dolorosa.
Aquelas pessoas que saem sem avisar, até podem ter sido, num determinado momento, figuras principais da trama que é a nossa vida. Contudo o destino (eu chamo-lhe isto, cada qual chame-lhe o que quiser) mostra-nos que não vale a pena perder tempo com este tipo de pessoas, sobrevalorizadas em detrimento de quem realmente merece a nossa atenção, o nosso carinho, o nosso amor. Felizmente, estas pessoas estão em clara minoria na minha vida.
As pessoas que nos marcaram verdadeiramente…bem, essas permanecem na nossa vida para sempre…para além da morte. Muitas das vezes, desaparecem sem se despedirem, sem dizerem um último adeus, sem dar-nos tempo para dizermos o que realmente sentimos por essa pessoa. Mas a vida é mesmo assim, não nos avisa sobre o que aí vem…apenas podemos jogar com o mundo das hipóteses, que de fiável tem muito pouco. Quem são estas pessoas? Não é alguém específico, não o pode ser. Podia dizer que são familiares, mas há pessoas a quem a família nada diz. Podia dizer que são os amigos, mas há quem não os tenha. Estas pessoas, que enquanto nós vivermos viverão também, são aquelas pelas quais vale a pena viver, são elas que dão sentido à nossa vida. Familiares…amigos…conhecidos…
Para mim, a vida só tem sentido enquanto tivermos alguém a quem queremos mais que a nós próprios. A única coisa que lamento, é o tempo que não “perdi” com estas pessoas…devia ter perdido mais.
Até hoje perdi duas pessoas que nunca esquecerei…hoje perdi a terceira. Onde quer que estejam…para sempre no meu coração.
Jorge Gomes
Sinto-me: Mais pobre...
Roído por Queijo Jeitoso às 00:28

Ratoeira do post | Envenenar (comentar!) | favorito

>‘.’<)---Culpados!

>‘.’<)---Mirones!


Contador Grátis

>‘.’<)---Atempadamente:

>‘.’<)---Ninhos de papel

>‘.’<)--- Agosto 2015

>‘.’<)--- Março 2015

>‘.’<)--- Julho 2014

>‘.’<)--- Dezembro 2013

>‘.’<)--- Novembro 2013

>‘.’<)--- Julho 2013

>‘.’<)--- Junho 2013

>‘.’<)--- Fevereiro 2013

>‘.’<)--- Outubro 2012

>‘.’<)--- Setembro 2012

>‘.’<)--- Agosto 2012

>‘.’<)--- Julho 2012

>‘.’<)--- Abril 2012

>‘.’<)--- Novembro 2011

>‘.’<)--- Setembro 2011

>‘.’<)--- Julho 2011

>‘.’<)--- Abril 2011

>‘.’<)--- Março 2011

>‘.’<)--- Janeiro 2011

>‘.’<)--- Dezembro 2010

>‘.’<)--- Setembro 2010

>‘.’<)--- Agosto 2010

>‘.’<)--- Junho 2010

>‘.’<)--- Março 2010

>‘.’<)--- Janeiro 2010

>‘.’<)--- Dezembro 2009

>‘.’<)--- Outubro 2009

>‘.’<)--- Setembro 2009

>‘.’<)--- Agosto 2009

>‘.’<)--- Julho 2009

>‘.’<)--- Junho 2009

>‘.’<)--- Maio 2009

>‘.’<)--- Abril 2009

>‘.’<)--- Março 2009

>‘.’<)--- Fevereiro 2009

>‘.’<)--- Janeiro 2009

>‘.’<)--- Dezembro 2008

>‘.’<)--- Novembro 2008

>‘.’<)--- Setembro 2008

>‘.’<)--- Abril 2008

>‘.’<)--- Março 2008

>‘.’<)--- Janeiro 2008

>‘.’<)--- Setembro 2007

>‘.’<)--- Agosto 2007

>‘.’<)--- Junho 2007

>‘.’<)--- Maio 2007

>‘.’<)--- Abril 2007

>‘.’<)--- Fevereiro 2007

>‘.’<)--- Janeiro 2007

>‘.’<)--- Dezembro 2006

>‘.’<)--- Novembro 2006

>‘.’<)--- Outubro 2006

>‘.’<)--- Setembro 2006

>‘.’<)--- Julho 2006

>‘.’<)--- Junho 2006

>‘.’<)---"Tocas"

>‘.’<)---Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
25
26
27
28
29
30
31

>‘.’<)---Farejar nesta toca

 

>‘.’<)---Queijos recentes

>‘.’<)--- Composição “As minhas fér...

>‘.’<)--- Considerações do Show (da...

>‘.’<)--- Há Volta...em Fafe!

>‘.’<)--- Passear ou ser passeado.....

>‘.’<)--- O amor e o coração…o fim ...

>‘.’<)--- Marés Vivas…o engodo!

>‘.’<)--- Peculiaridades do dia Rih...

>‘.’<)--- Promoções da Ordem

>‘.’<)--- Prémio Nobel - Mais que j...

>‘.’<)--- O que aconteceu?!

blogs SAPO

>‘.’<)---subscrever feeds