Terça-feira, 5 de Setembro de 2006

Bendito Portugal…ou não!

Caros leitores, devem ter estranhado a ausência de textos novos durante o mês de Agosto, mas até dois simples ratos como nós têm direito a um mesito de férias! Muitos devem estar a pensar que um mês é muito…mas nós somos ratos da função pública! (é preciso dizer que há vários tipos de função pública e há quem mereça o tal mês de férias) Devo dizer que foram umas férias muito bem passadas…na Itália, na Grécia, na Eslovénia e, por fim, em Viana do Castelo.

Normalmente as pessoas criam uma ideia que os países estrangeiros são melhores que Portugal. Pela minha experiência, não há nada mais errado (não passa da minha opinião, mas aqui é a que conta).

Se os outros países têm monumentos e paisagens muito bonitos para se ver, não deixa de ser verdade que nós também os temos (mas como é em Portugal não são tão bonitos)!

Os portugueses queixam-se da antipatia dos polícias, dos funcionários públicos, das pessoas que nos atendem aos balcões…mas não deixa de ser verdade que, por exemplo, na Grécia e na Itália (sim, é verdade), é bem pior…mas lá está, para muita boa gente, ser mandado “à merda” em italiano, grego ou mesmo em inglês é mais civilizado.

Diz-se por aí que nós portugueses sujamos as nossas cidades, deitando tudo e mais alguma coisa para o chão (tem o seu quê de verdade) …mas experimentem ir a Roma, a Milão ou a Atenas que ficam com a sensação que somos o povo mais limpinho do mundo…

Fala-se também muito na falta de civismo e de educação dos “tugas”, mas experimentem atravessar uma passadeira num dos locais já mencionados que ficam com a sensação que estão a entrar num filme de aventuras, ao estilo do “Indiana Jones” ou do “Piratas das Caraíbas”. E fiquem a saber que lá por fora os mais novos não cedem os lugares sentados aos idosos…os turistas portugueses (neste caso nós) é que têm que o fazer!

Devem estar a pensar que se digo tão mal destes países, como é que posso dizer que foram umas férias muito boas? Explico isso no texto a seguir…

Sinto-me: Surpreendido
Roído por Queijo Jeitoso às 14:56

Ratoeira do post | Envenenar (comentar!) | favorito

A outra face…

Meus amigos e minhas amigas, agora vou relatar-vos as coisas agradáveis pelas quais passei nesta minha jornada europeia…

Devo dizer que fiquei deveras admirado com alguns monumentos que vi! Sítios e coisas que uma pessoa pensa que só os vê na televisão, em revistas ou em catálogos das agências de viagem.

Imaginem o que é estar dentro do Coliseu de Roma (só ultrapassado pela grandiosidade do estádio da Luz) e ver ao vivo o local onde decorreram acontecimentos históricos, ver a arena onde eram sacrificados os cristãos, onde se degladiavam os gladiadores…é uma sensação única! Muitos dizem que é apenas um monte de ruínas, de pedras a cair aos poucos…mas a meu ver são pessoas incultas historicamente. Também a zona histórica em volta do Coliseu é digna de se ver.

Apesar de neste momento eu não ser muito católico, um dos sítios que adorei visitar foi o Vaticano. Principalmente quando, na visita pelas catacumbas, me deparei com o túmulo de João Paulo II. Foi e continua a ser a única pessoa que me faz acreditar um pouco que seja na igreja.

As cidades que mais gostei na Itália foram Florença e Veneza. A primeira, toda ela esplendorosa, a cada esquina algo de admirável para observar. A segunda, apesar de não ter muito para ver, é original, com os seus canais e labirintos. Cidade de eleição para visitar com a namorada ou mulher.

Da Grécia destaco com naturalidade a Acrópole, o ponto mais alto de Atenas, de onde se pode observar a enormidade da cidade. É outra zona histórica incrível, com os seus templos e anfiteatros…ou o que resta deles.

Ainda na Grécia destaco a temperatura da água do mar…de 30ºC para cima! As praias é que não são nada boas, pois ou têm pouca areia e a que têm é suja ou são praias de pedras.

Para mim a grande surpresa a todos os níveis foi a Eslovénia. Só fui a capital, Ljubljana (não se preocupem que só descobri quando decidimos ir lá), mas é uma cidade muito agradável para se viver. Calma, pessoas simpáticas, limpa, tempo agradável…ou seja, de todas as cidades que visitei era a única que eu escolheria para viver. Mais ainda, tem pista para bicicletas por toda a cidade, o que permite fazer passeios maravilhosos.

Abordei de uma maneira geral as cidades por onde passei, agora vou falar dos outros monumentos que vi em catadupa…GAJAS PODRES de BOAS!

Caros ratos portugueses, não precisam de sofrer mais por causa de raparigas…portuguesas…encontrei a fonte da nossa salvação! Basta ter tempo, dinheiro e zás…zarpar para qualquer um destes países!

Se me pedirem para dizer quais são as melhores ratas digo, sem hesitar, que são as italianas. Meus amigos, o meu pescoço até dava voltas de 360º, só para poder visualizar as meninas que apareciam de todo o lado a toda a hora! Aquilo é que é qualidade e quantidade de mãos dadas…

Minhas amigas portuguesas, se por acaso decidirem casar em Itália, aconselho-vos a pensarem duas vezes…porque o mais provável é que não se casem, visto que a probabilidade do noivo se arrepender subitamente é elevada! E também não passem lá a lua-de-mel, pois o risco de enviuvarem é grande (o noivo é bem capaz de se suicidar depois de ver a asneira que fez)!

O que disse em relação à Itália quase que se pode aplicar à Grécia e à Eslovénia…um rato perde-se de amores nestes países! Mesmo as que não são tão boas em Portugal eram capazes de ganhar concursos de beleza!

Pronto, tendo em conta o que acabei de dizer, parece que desta vez hipotequei todas as minhas hipóteses de me casar com uma portuguesa…

Mesmo assim deixo aqui uma palavra de apreço às ratas portuguesas…continuam a ser as minhas preferidas (são as que estão mais à mão), são sem dúvida alguma as mais simpáticas e até com uma curva ou outra a mais, conseguem ser suficientemente sensuais. Por exemplo, a mulher mais bonita de Portugal pode ser igual ou melhor que a mulher mais bonita de qualquer um destes países. A grande questão é mesmo a quantidade…

Elas dão valor ao que vocês (portuguesas) têm e não aproveitam…da melhor maneira!

Sinto-me: Babado
Roído por Queijo Jeitoso às 14:53

Ratoeira do post | Envenenar (comentar!) | favorito

>‘.’<)---Culpados!

>‘.’<)---Ninhos de papel

>‘.’<)--- Agosto 2015

>‘.’<)--- Março 2015

>‘.’<)--- Julho 2014

>‘.’<)--- Dezembro 2013

>‘.’<)--- Novembro 2013

>‘.’<)--- Julho 2013

>‘.’<)--- Junho 2013

>‘.’<)--- Fevereiro 2013

>‘.’<)--- Outubro 2012

>‘.’<)--- Setembro 2012

>‘.’<)--- Agosto 2012

>‘.’<)--- Julho 2012

>‘.’<)--- Abril 2012

>‘.’<)--- Novembro 2011

>‘.’<)--- Setembro 2011

>‘.’<)--- Julho 2011

>‘.’<)--- Abril 2011

>‘.’<)--- Março 2011

>‘.’<)--- Janeiro 2011

>‘.’<)--- Dezembro 2010

>‘.’<)--- Setembro 2010

>‘.’<)--- Agosto 2010

>‘.’<)--- Junho 2010

>‘.’<)--- Março 2010

>‘.’<)--- Janeiro 2010

>‘.’<)--- Dezembro 2009

>‘.’<)--- Outubro 2009

>‘.’<)--- Setembro 2009

>‘.’<)--- Agosto 2009

>‘.’<)--- Julho 2009

>‘.’<)--- Junho 2009

>‘.’<)--- Maio 2009

>‘.’<)--- Abril 2009

>‘.’<)--- Março 2009

>‘.’<)--- Fevereiro 2009

>‘.’<)--- Janeiro 2009

>‘.’<)--- Dezembro 2008

>‘.’<)--- Novembro 2008

>‘.’<)--- Setembro 2008

>‘.’<)--- Abril 2008

>‘.’<)--- Março 2008

>‘.’<)--- Janeiro 2008

>‘.’<)--- Setembro 2007

>‘.’<)--- Agosto 2007

>‘.’<)--- Junho 2007

>‘.’<)--- Maio 2007

>‘.’<)--- Abril 2007

>‘.’<)--- Fevereiro 2007

>‘.’<)--- Janeiro 2007

>‘.’<)--- Dezembro 2006

>‘.’<)--- Novembro 2006

>‘.’<)--- Outubro 2006

>‘.’<)--- Setembro 2006

>‘.’<)--- Julho 2006

>‘.’<)--- Junho 2006

>‘.’<)---"Tocas"

>‘.’<)---Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
25
26
27
28
29
30
31

>‘.’<)---Farejar nesta toca

 

>‘.’<)---Queijos recentes

>‘.’<)--- Composição “As minhas fér...

>‘.’<)--- Considerações do Show (da...

>‘.’<)--- Há Volta...em Fafe!

>‘.’<)--- Passear ou ser passeado.....

>‘.’<)--- O amor e o coração…o fim ...

>‘.’<)--- Marés Vivas…o engodo!

>‘.’<)--- Peculiaridades do dia Rih...

>‘.’<)--- Promoções da Ordem

>‘.’<)--- Prémio Nobel - Mais que j...

>‘.’<)--- O que aconteceu?!

blogs SAPO

>‘.’<)---subscrever feeds