Sexta-feira, 12 de Março de 2010

O fim do mito…Vampiros!

 

Tal como muitas pessoas nos últimos tempos, também eu aderi à febre da saga “Luz e Escuridão”, dada a conhecer ao mundo através do seu 1º capítulo “Crepúsculo”. Também como muitos, até sair o filme, esta história incomum de vampiros, humanos e lobisomens era-me completamente desconhecida. Quando vi o filme ia com algum cepticismo, pois tinham-me falado dum romance em tons vampíricos. Como qualquer pessoa da minha geração ou anterior sabe, as histórias de vampiros tem tudo menos romance…ou pelo menos tinham!
E realmente foi o que constatei, a história é um verdadeiro romance. E antes de ser uma história de vampiros, humanos e lobisomens, é isso mesmo, um romance. É a história de 2 seres apaixonados, que por motivos de raça, ideológicos e de crenças vêem o seu amor em perigo…quantas e quantas histórias existem assim? O sobrenatural é apenas aqui metido para tornar a coisa invulgar…e mais vendável! É uma boa história, mas às tantas se não metesse seres do nosso imaginário não teria o sucesso que teve…mesmo assim eu gostei. Admito, li todos os livros (melhor, devorei), já vi os 2 filmes e já estou à espera dos outros 2.
Então se gostei o que é que estou para aqui a criticar? Não é a saga “Luz e Escuridão” …apenas constatei numa das minhas idas a Portugal que o Vampirismo saiu à rua e quase todos os canais têm que ter a sua série sobre vampiros…e para piorar a coisa, em português…e para ser ainda pior…uma coisa muito à “Morangos com Açúcar!”
Mas o que me fez rir, não um riso de achar graça a uma piada muito boa, mas um riso de “Mas que merda vem a ser esta?”…foi ter assistido a uns segundos duma destas séries, creio que “Lua Vermelha”. E bastou uns segundos para chegar a uma conclusão…estavam lá o género “Morangos com Açúcar” e que aquilo é uma cópia, ou melhor, uma tentativa muito fraca de cópia da saga “Luz e Escuridão”! Claro que é um produto consumível pela geração adolescente que temos hoje em dia (espero que seja apenas por eles)…mas muito fraquinho para quem tem pelo menos 2 neurónios a funcionar!
E é aqui que começa o fim do mito, o fim da ideia assustadora que temos dos vampiros. Se antes sabíamos que apenas nos queriam morder no verdadeiro sentido da palavra, agora nunca sabemos se nos querem “morder” de outra forma! Se antes sabíamos que eram frios, calculistas, sedentos de sangues, agora ficamos na dúvida se não serão sensíveis…epá, parece um pouco amaricado!
Não sei…mas imagino o Conde Drácula a dar voltas no seu caixão!
Sinto-me: Solidário com o Drácula!
Roído por Queijo Jeitoso às 01:00

Ratoeira do post | Envenenar (comentar!) | favorito
|
2 comentários:
De Lúthien Tinúviel a 24 de Março de 2010 às 12:34
Eu gosto do Drácula de Bram Stoker.
De Ju Lopes a 29 de Março de 2010 às 14:59
Os portugueses tem por hábito reproduzir os best-sellers do estrangeiro, muito embora não sejam coerentes nesta reprodução, uma vez que tentam nacionalizar o produto e vendê-lo como português. Falta-nos a criatividade para sermos originais naquilo que fazemos. Só assim vamos conseguir incutir algo de nosso nas produções. Hoje em dia, salvo raras excepções, acabam por ser sempre, passo a expressão “mais do mesmo”.

Envenenar post

>‘.’<)---Culpados!

>‘.’<)---Mirones!


Contador Grátis

>‘.’<)---Atempadamente:

>‘.’<)---Ninhos de papel

>‘.’<)--- Agosto 2015

>‘.’<)--- Março 2015

>‘.’<)--- Julho 2014

>‘.’<)--- Dezembro 2013

>‘.’<)--- Novembro 2013

>‘.’<)--- Julho 2013

>‘.’<)--- Junho 2013

>‘.’<)--- Fevereiro 2013

>‘.’<)--- Outubro 2012

>‘.’<)--- Setembro 2012

>‘.’<)--- Agosto 2012

>‘.’<)--- Julho 2012

>‘.’<)--- Abril 2012

>‘.’<)--- Novembro 2011

>‘.’<)--- Setembro 2011

>‘.’<)--- Julho 2011

>‘.’<)--- Abril 2011

>‘.’<)--- Março 2011

>‘.’<)--- Janeiro 2011

>‘.’<)--- Dezembro 2010

>‘.’<)--- Setembro 2010

>‘.’<)--- Agosto 2010

>‘.’<)--- Junho 2010

>‘.’<)--- Março 2010

>‘.’<)--- Janeiro 2010

>‘.’<)--- Dezembro 2009

>‘.’<)--- Outubro 2009

>‘.’<)--- Setembro 2009

>‘.’<)--- Agosto 2009

>‘.’<)--- Julho 2009

>‘.’<)--- Junho 2009

>‘.’<)--- Maio 2009

>‘.’<)--- Abril 2009

>‘.’<)--- Março 2009

>‘.’<)--- Fevereiro 2009

>‘.’<)--- Janeiro 2009

>‘.’<)--- Dezembro 2008

>‘.’<)--- Novembro 2008

>‘.’<)--- Setembro 2008

>‘.’<)--- Abril 2008

>‘.’<)--- Março 2008

>‘.’<)--- Janeiro 2008

>‘.’<)--- Setembro 2007

>‘.’<)--- Agosto 2007

>‘.’<)--- Junho 2007

>‘.’<)--- Maio 2007

>‘.’<)--- Abril 2007

>‘.’<)--- Fevereiro 2007

>‘.’<)--- Janeiro 2007

>‘.’<)--- Dezembro 2006

>‘.’<)--- Novembro 2006

>‘.’<)--- Outubro 2006

>‘.’<)--- Setembro 2006

>‘.’<)--- Julho 2006

>‘.’<)--- Junho 2006

>‘.’<)---"Tocas"

>‘.’<)---Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
25
26
27
28
29
30
31

>‘.’<)---Farejar nesta toca

 

>‘.’<)---Queijos recentes

>‘.’<)--- Composição “As minhas fér...

>‘.’<)--- Considerações do Show (da...

>‘.’<)--- Há Volta...em Fafe!

>‘.’<)--- Passear ou ser passeado.....

>‘.’<)--- O amor e o coração…o fim ...

>‘.’<)--- Marés Vivas…o engodo!

>‘.’<)--- Peculiaridades do dia Rih...

>‘.’<)--- Promoções da Ordem

>‘.’<)--- Prémio Nobel - Mais que j...

>‘.’<)--- O que aconteceu?!

blogs SAPO

>‘.’<)---subscrever feeds